Ter Sucesso ou Fracassar?

TER SUCESSO OU FRACASSAR?

A Sabedoria está ligada intimamente ao sucesso, assim como incompetência aproxima-se do fracasso.

Todos têm os mesmos direitos ao sucesso, entretanto somente alguns poucos observam e praticam os detalhes exigidos durante a grande aventura da caminhada em busca do esperado sucesso. São pequenos detalhes que fazem as grandes diferenças.

Enganam-se os que entendem que o sucesso esta ligado ao objetivo das conquistas financeiras, essas conquistas são consequências naturais dos que fazem sucesso. O significado de Sucesso em qualquer dicionário é: resultado feliz, êxito, realização… etc.

Escolhi e transcrevi conforme experiências vividas, alguns tópicos que diferenciam as PESSOAS DE SUCESSO das PESSOAS DE FRACASSO.

A proposta é de suscitar através de análise e reflexão, em que estágio e aplicação de procedimentos se encontram cada um a caminho do sucesso pessoal ou profissional.

PESSOAS DE SUCESSO
 – Consideram a leitura como fator primordial e fundamental para as suas reflexões e a tem como principal relevância para o seu crescimento e desenvolvimento cultural, social e intelectual.
PESSOAS DE FRACASSO – Desprezam e não dão importância aos conhecimentos e experiências de terceiros através da literatura, não consideram a leitura a base da sabedoria e quando leem o fazem com deszelo e irresponsabilidade.

PESSOAS DE SUCESSO 
– Preocupam-se em seu preparo buscando novas informações e experiência para uma tomada de atitude no momento correto, geralmente antecipando as previsões.
PESSOAS DE FRACASSO – Desclassificam a qualificação e o preparo profissional considerando-se aptos e suficientemente capaz de exercer suas funções e quando em dificuldades procrastinam atitudes deixando-as sempre para a última hora, tornando-as em decisões sob pressão, quase sempre sem assertividade.

PESSOAS DE SUCESSO
 – São visionários, tem visão com foco definido, enxergando além do normal, com área de visão ampliada e prisma aprofundado, conseguem antecipar com atitudes e ações táticas positivamente assertivas.
PESSOAS DE FRACASSO – Retém atitudes com ações de visão míope, sempre desprezando e subestimando a orientação de pessoas ou profissionais com qualidade visionária.

PESSOAS DE SUCESSO 
– Definem com racionalidade o seu ambiente trabalho, não permitindo envolvimento emocional com superiores ou subordinados.
PESSOAS DE FRACASSO – Atuam sem critérios de relacionamento tratando a todos com variação de atitudes, comprometimento emocional e cumplicidade, apresentando um caráter indefinido e personalidade duvidosa.

PESSOAS DE SUCESSO – São sempre responsáveis utilizando criteriosamente os agendamentos para otimização dos compromissos do seu dia.
PESSOAS DE FRACASSO – São desorganizadas, não respeitam agendas e transferem responsabilidades para satisfazer os seus interesses.

PESSOAS DE SUCESSO – Criam estratégias definidas sob condições reais com  táticas que possibilitem mobilidades de ajustes imediatos utilizando ações  corretivas.
PESSOAS DE FRACASSO – Adotam estratégias confusas à luz de previsões irreais, superestimando objetivos com táticas gessadas e impermeáveis.

PESSOAS DE SUCESSO – Criam cenários favoráveis para atividades específicas, sejam em projetos, desenvolvimento ou produção utilizando objetivos focados com fatores valorizados por prioridades.
PESSOAS DE FRACASSO – Desprezam o rigor da organização, criando  cenários confusos onde projetos desenvolvimentos ou produção desviam-se dos seus verdadeiros objetivos, permitindo que as ações percam o seu time (tempo) de execução entrando na faixa de urgência.

PESSOAS DE SUCESSO – Utilizam a Ética como princípio profissional para valorização de suas funções pessoais e empresariais, no intuito de proporcionar espaços favoráveis para novas conquistas e viabilização dos seus projetos.
PESSOAS DE FRACASSO – Justificam as suas frustradas ações e atividades como sendo a Ética responsável por verdadeiras barreiras que impossibilitaram e causaram o insucesso de seus objetivos.

PESSOAS DE SUCESSO – Aumentam e frutificam a sua prosperidade instruindo pessoas com seus conhecimentos e despertando o desejo do crescimento pessoal e profissional a todos os seus iguais.
PESSOAS DE FRACASSO – Escondem os seus poucos conhecimentos fantasiando através de vantagens pessoais impressionando não só os incautos como também os esclarecidos.

PESSOAS DE SUCESSO – Com  bom animo são persistentes, crédulos em seus propósitos e jamais desanimam, pois acreditam em sua intelectualidade, poder de conclusão e clareza dos seus objetivos.
PESSOAS DE FRACASSO – Ao primeiro obstáculo desanimam, trocam seus objetivos iniciais por novos objetivos, um eterno recomeço, nunca chegam concluir qualquer projeto.

PESSOAS DE SUCESSO – Respeitam cargos e posições, tanto superiores como inferiores, praticam a humildade e estão sempre dispostos a ouvir e aprender.
PESSOAS DE FRACASSO – São altivos e negam-se mesmo que dissimuladamente em aprender e geralmente, por suas atitudes, optam pelo custo da humilhação a prática da humildade.

Provérbios: Cap.3 versículo 13/14
13 Bem aventurado o homem que acha sabedoria, e o homem que adquire conhecimento;
14 porque melhor é o lucro que ela dá do que o da prata, e melhor a sua renda do que o ouro mais fino.