Honra, Humildade ou Ceticismo?

HONRA, HUMILDADE OU CETICISMO?

Uma Fantástica contradição sobre a tricotomia humana entre o ateu o cético e o crente, discordam do mesmo ponto de vista utilizando-se das mesmas ferramentas; a razão e a lógica.

Prova incontestável que o ser humano é resposta natural de um sistema operacional mental e intelectual impar e pessoal que processa; caráter, personalidade e a índole sendo alimentados e influenciados pelos elementos da própria genética, ambiente e cultura adquirida.Quando utilizados uníssonos no campo físico, biológico, psicológico e espiritual esses elementos  processados e compartilhados,  podem proporcionar conclusões totalmente adversas à  realidade objetiva ou formal, principalmente quando comparados à reflexão e resposta pessoal de outro indivíduo baseada em cenários e roteiros iguais.

Podemos concluir que, mesmo acertados com o nosso ponto de vista e com absoluta certeza do nosso juízo, poderemos estar sendo traídos pelos nossos próprios elementos naturais o que permite o desvio natural do consciente da verdade.

O mais confiável é utilizar as palavras de Sócrates; “SÓ SEI QUE NADA SEI”.

Seja ateu, cético ou crente; “DIANTE DA HONRA VAI A HUMILDADE”.
Prov.: 15:33